LuzazuL

LuzazuL (V)

desde o ponto em que nasce a fuga

crescem retas e ângulos, alongando-se

indiferentes, até onde a vista alcança.

 

sobre um mar falso em transformação

sossobram pêndulos sonâmbulos

entre pedras, meras próteses de areia


vertendo suas mil conchas retangulares

enquanto as águas simultâneas refletem

as escalas daquela mesma esfera

em que se fundam tais ideias.

 

 

 

 

 

 

 

 

[imagem: detalhe de quadro da artista plástica Velci Olga Vieira, 1998]


Comente!