LuzazuL

certos sons

[e seus sentidos]

 

 

 

 

  um silêncio rugindo

             alhures

   distante daqui

 

 

um silêncio

de chaves se apertando

 

 

um silêncio

                    de olhos retorcendo

relâmpagos e vulcões

 

  um silêncio

de chamas se agitando

no escuro, lá fora

                      levantando-se por detrás

                   do mal-estar de cada onda

 

     um silêncio

   de vozes latejantes

   numa reza antiga

                     sem começos nem meios

                         terços ou afins

 

 um silêncio

de pedras que se abrem por si próprias

   de cabeças que explodem sem parar

 

           um silêncio aparentemente fictício  

    como as gargantas do infinito

              como os ferimentos do espanto

 

       um silêncio

   se expandindo

 vagaroosamente

 

   como escamas

  matemáticas

    em espasmos

      compassados

       além , bem

    além daqui

             

 

 

       pois aqui  

     por enquanto

    apenas um silêncio

     de notas estalando

 

       e a breve brisa

              que vem   

               daí

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[imagem:  Gabriel F. H. Dutra]


Comente!